Storage definido por software se firma como forte tendência para 2018

Cursos em VideoAulas - até 12X

Pesquisa mostra que a maior parte das empresas migrará já no próximo ano para o armazenamento definido por software. Brasil acompanha esta tendência

O storage definido por software está se tornando rapidamente uma realidade nas companhias de todo o mundo. Isso é o que revela um estudo internacional encomendado pela Suse, fornecedora de soluções de infraestrutura de código aberto. O estudo foi conduzido instituto de pesquisa britânico Loudhouse e abrangeu uma ampla variedade de segmentos de mercado. Ao todo, foram ouvidos 1,2 mil decisores de TI em 11 países.

Nos últimos anos, o armazenamento definido por software ganhou forte impulso no mercado, baseado principalmente com o crescimento da virtualização de servidores. O modelo reduz a complexidade porque separa o software e os serviços de armazenamento da camada de hardware, proporcionando maior flexibilidade, escalabilidade e economia às empresas.

Cursos em VideoAulas - até 12X

O estudo mostra que 95% das empresas pesquisadas expressaram interesse na abordagem de armazenamento flexível e que quase dois terços, ou seja, 63%, disseram que devem adotar de fato o storage definido por software nos próximos 12 meses.

As empresas pesquisadas enxergam algumas vantagens comerciais e tecnológicas no storage definido por software, como:

. Menor custo de propriedade — 81% dos entrevistados acham que o business case para storage definido por software é atraente, e 72% cada vez mais estão avaliando sua capacidade de armazenamento baseada no custo total de propriedade ao longo do tempo. 73% concordam que existe uma grande conexão entre o armazenamento de dados e questões críticas de negócios.

. Mais escalabilidade — 96% de empresas consideram positiva a escalabilidade do negócio de storage definido por software, e 95% acham seu tempo, desempenho, escalabilidade técnica e de custo atraentes.

. Mais desempenho — O principal benefício esperado do storage definido por software é a melhoria da performance de todo o sistema, segundo mais da metade dos entrevistados (52%). Outros benefícios esperados incluem a facilidade na modernização de aplicações e serviços web, mobile e big data, redução nos custos de suporte e manutenção reduzidos, suporte para inovação e facilidade de implantação.

. Proximidade das tendências tecnológicas — Mais da metade dos entrevistados acredita que a adoção de projetos em nuvem (54%) e a análise de big data (50%) são tendências significativas que acelerarão o movimento do setor de armazenamento definido por software.

O interesse pelo armazenamento definido por software também se estende ao mundo open source, já que 75% das empresas considerariam uma abordagem de código aberto para sua infraestrutura de armazenamento e 42% já estão considerando open source para atender as suas necessidades de armazenamento.

“Não é nenhum segredo que os dados continuarão a crescer a um ritmo impressionante, por isso, soluções de armazenamento é imperativo para que os dados sejam escaláveis ​​e acessíveis”, diz Gerald Pfeifer, vice-presidente de produtos e programas de tecnologia da SUSE. “Este estudo confirma que as empresas estão ativamente buscando soluções para lidar com esse fenômeno, e o storage definido por software atende esse desafio. A SUSE está liderando essa mudança, ajudando seus clientes a gerenciar esses dados com software de armazenamento de código aberto totalmente escalável e com um modelo de preços extremamente atraente.”

Cursos em VideoAulas - até 12X

No Brasil, o cenário não é muito diferente. Segundo Ricardo Bimbo, diretor da SUSE no Brasil, a tendência é a mesma no mercado nacional. “Além da economia que pode ser gerada, vemos os clientes buscando o storage definido por software como um instrumento de controle mais sofisticado sobre o uso e o armazenamento dos seus dados.”

Fonte: http://computerworld.com.br/

Cursos em VideoAulas - até 12X

Alberto M. Sato

Engenheiro de Eletrônica e Telecomunicações (CEFET-PR 88), com certificado da Cisco CCNP (Cisco Certified Network Professional), tendo atuado por 11 anos na Telepar / BrasilTelecom nas áreas de te...

Mais Posts De Alberto M. Sato

Posts Relacionados

Deixe um comentário